Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

Parece que está a Chover

Oláá!! Chuva!! Chuvaaaa!! CHUVAAAA!!! Foi assim que o nosso meio ambiente nos reapresentou a esta nossa velha amiga, nada melhor do que lançar uma poderosa chuva com trovoada à mistura para nos fazer lembrar o que é sair do Verão.

Escrever enquanto oiço as pingas embaterem na janela, assim com esta força, faz-me sentir um verdadeiro Blogger navegante, a travessar o Cabo das Tormentas, contra tudo e todos até chegar ao meu destino (mas mesmo assim prefiro estar em casa, sem sentir literalmente a chuva).

Acredito que muitos Bloggers estejam neste momento a aproveitar para se lançarem no seu mundo e espalharem a sua escrita, e que outros estejam simplesmente na rua a abrigarem-se após apanharem uma valente molha.

A única coisa que está mesmo a estragar o ambiente são os trovões, são muito rudes e não param de fazer barulho, é difícil concentrar-me quando tenho uma espécie de explosões a rebentarem mesmo no meu canal auditivo.

É verdade que quem anda à chuva molha-se, mas quem anda nesta chuva só pode ser algo maluco. Boa Chuvada a todos

Homens Não Falam de Arcos-Íris

Olááá!! Está na hora de falar sobre coisas giras!! Antes de mais gostaria de destacar o quão esquisito é dizer Arcos-íris. É mesmo estranho, não é uma palavra para se dizer no plural muitas vezes. Arcos-íris.

Tudo começou num dia de chuva, estava eu exatamente a passear pelo Sapo Blogs, enquanto ouvia o som da água a embater na minha janela (dos melhores sons que gosto de ouvir, faz-me sentir calmo).

Quando vejo a chuva acalmar-se e o Sol a destacar-se das nuvens, deparo-me com o reflexo dos raios solares com a água da chuva, também conhecido por, Arco-íris.

Mas quando me levantei e fui ver tamanha beldade à janela, fiquei parvo, conseguia ver um arco-íris completo!! Um arco-íris completo!! Tirei imensas fotos e até filmei este momento. Parecia que estava numa loja de doces.

Quando quis partilhar aquele momento na rede social azul escura, o feedback foi... mau. Nunca me tinham chamado tantas vezes de "menina", "gay" e outros nomes. Era só um fenómeno natural. Não está reservado só para mulheres.

Mas o pior nem foram os comentários, porque ser "insultado" por internet não me afeta, o pior foi quando a minha irmã chegou ao pé de mim e disse que meter arcos-íris (cá está, estranha palavra) era coisa de gaja...

Nesse dia não queria saber de mais nada colorido, tudo ficou a preto e branco para mim.

{#emotions_dlg.rainbow}

 

Aqui estão as Provas (dêem a vossa opinião):

 

 

Gotas Ácidas

Olááá, epá finalmente veio sol! Já estava a ficar ligeiramente aborrecido com a chuva, é que eu tenho uns ténis de camurça de que gosto muito, e sempre que os usei, o tempo pregou-me sempre a gracinha de se deixar chuver!! É muito chato quando me chovem, não gosto muito quando alguém decide chuver em mim, é que com isto da poluição e tal, é uma chuva que deixa mancha, por amor de deus parem de se chuver em cima de mim!!

Desculpem lá este momento, é um assunto muito sensível para mim...

É um facto, o sol parece estar a acordar depois de um inverno cheio de chuva e hemorróidas, iupiiii, é impossível ficar sem saudades do potente calor do sol, de não estar enchouriçado de roupa, do sabor da frescura enquanto estamos a ser assados e claro, das piscinas... dos sovacos.

Mas apesar de estar feliz com o regresso do nosso amigo Sol (então Sol tasse bem?!), não é deste que irei escrever neste post, mas sim das gotas ácidas.

O que são as gotas ácidas perguntam vocês, os meus queridos leitores, gosto tanto de vocês, são todos uns fofos :)... Bem voltando ao assunto, as gotas ácidas aparecem depois de uma chuva, quando uma precipitação temporal termina, deixa sempre os seus restos, principalmente em varandas, ou outros lugares mais altos que a altura média dos seres humanos. Aquela quantidade de água que se vai acumulando até se tornar numa gota forte e consistente e que depois termina na testa, cabelo, costas ou qualquer outro lugar do corpo das pessoas. 

Ora porquê o nome de gotas ácidas? Pergunta a gentil pessoa que lê este Blog, pois tratam-se de gotas que nos corroem por dentro, chegam a mexer com os nossos sentimentos e quando nos acertam na vista, são capazes de nos deixar desorientados durante 15 segundos, quem é que nunca se sentiu super feliz num mero dia pós chuva e se alterou completamente por ter levado com uma gota ácida à muito acumulada numa varanda mesmo no meio da testa? Espero bem que o sol vaporize todas as gotas ácidas!!

Bem e agora acabo este post com uma pergunta, qual é o pior defeito, a ignorância ou a indiferença? Eu cá não sei nem me interessa! HAHAHHAHA Perceberam? Estava a tentar ser engraçado...

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D