Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

O Aluno

Olááá!! Todos conhecem aqueles programas sobre a vida selvagem, onde vemos os animais a alimentarem-se, a repousarem e até mesmo a reproduzirem-se, trata-se de uma espécie de reality-show, a diferença são os animais serem mais inteligentes que outros.

Com isto creio que deveria-se fazer um programa deste género mas a retratar "O Aluno", porque deste ser vivo ninguém tem muito conhecimento.

Nada temam, irei dar o meu melhor para descrever da melhor forma esta espécie tão comum mas de certa forma tão desconhecida.

O dia inicia-se logo pela manhã, as horas exatas dependem da distância entre este e a escola, tal como o resto dos humanos, têm a sua rotina diária mas apresentam uma desvantagem, aturam menos o sono.

Ao saírem de casa, tornam-se oficialmente em zombies sonâmbulos da cidade, e desta forma enchem as ruas e transportes públicos, e assim mantêm-se em estado de stand-by para vida durante a manhã.

Quando chegam à escola reúnem-se com os seus amigos e conhecidos (nesta fase existem poucos que voltam do mundo dos sonhos) e convivem até ser a hora de começarem as aulas, isto claro se chegarem a horas à escola, verdade seja dita, de manhã as ruas tornam-se mais complexas e existem muitos obstáculos, nesta vertente poucos entendem o esforço e dedicação postos à prova para o alunos.

Quando inicia a primeira aula muitos são aqueles que ainda não regressaram no mundo dos sonhos, é de destacar esta capacidade de disfarce, dormir de olhos abertos e de conseguir estar na sala mas só fisicamente.

Com a primeira aula segue-se a segunda e assim sucessivamente, com intervalos pelo o meio onde os alunos conversam, relaxam, debatem temas políticos da atualidade, expõem diversas temáticas sobre a pesca em Portugal, comem peças de fruta, enfim, são a juventude que têm.

Já pela tarde decorre um fenómeno muito característico nos alunos, enquanto de manhã estão cansados com o peso da curta noite, à tarde estão cansados novamente, mas desta vez pelo peso da manhã no ombros, para ser exato os alunos em tempo de aulas só não estão cansados naquele curto espaço de tempo em que o "stor" diz: podem arrumar e sair. De resto, já é muita fadiga psicológica para suportar. Um conselho para os professores: Para captar mais a atenção e ter mais resposta energética dos alunos, experimentem usar algum chapéu ridículo durante a aula ou até mesmo fazerem uma dança tradicional do minho, isto sempre cria alguma curiosidade e desperta algum interesse nos alunos!!

Após um dia com o horário cumprido, restam as resmas de TPC mais o estudo para os testes e mais aqueles trabalhos de grupo, tudo isto claro depois de uma atualização no vasto mundo das redes sociais e outros mundos que a internet oferece, .
Já cheios de energia chega a hora de dormir, onde contar ovelhas tornam-se contas de multiplicar, dividir e calcular o valor do x. Por fim, começa o despertador a cantar belos sons para acordar e a partir daqui já sabem a história... E larguem as Pescas, apliquem-se nos Estudos!!

 

Fig1. Hipótese de Chapéu

 

 

O Grande Azul

Olááá!!! Novamente... Mas que raio... Não deves ter mesmo nada para fazer, é a única explicação que vejo para as pessoas que seguem este Blog, isso ou simplesmente vieram por engano, também acontece, é como levar com a caganita de um pássaro no ombro, é chato, depende do pássaro, mas continuam a ser fezes... Só deve gostar de fezes quem tem nome de plantas, é adubo, faz crescer e assim fazem melhor a fotossíntese.

Por falar em fezes, este post será dedicado a uma rede social muito especial, o facebook, mas como o malta agora não gosta muito de ler, ficou a ser conhecido por "face".

Ora eu sou um simples jovem, mas já com 19 anos de idade, ou seja, fui do tempo em que o facebook nasceu e cresceu para mandar abaixo outra famosa rede social, o hi5, mas isto já é uma lição de história muito grande para a juventude.

O facebook ainda criança foi algo que pouco veio a acrescentar, apenas criou aquele buzz que deixou uma imagem de "mais fixe" que outras redes sociais e nesse tempo, o indivíduo que tivesse mais de 100 amigos era uma pessoa extremamente social.

Em termos de jogos, o facebook possuia apenas jogos como o famoso farmville e outros que agora não me lembro, mas eram relativamente poucos.

Agora, como tudo o que segue a lei da vida, o facebook cresceu, tornou-se gigante, muitos são os que têm a rede social azul, não só pessoas mas também empresas e até mesmo animais, tudo isto em escassos anos! Alastrou-se como uma epidemia virtual.

Agora o facebook é um exagero. Existem pessoas com mais de 2.000 amigos, existe uma sede imensa para se ter "likes", a seguir à libra e ao euro, o like é a moeda com mais valor. Os jogos tornaram-se de poucas dezenas para milhares, os utilizadores desta rede social desenvolveram-se mentalmente, passaram a meter estados de elevada filosofia como por exemplo "As águas do rio não passam duas vezes pelo mesmo lugar(isto foi mesmo tirado de um facebook) e passaram a ser excelentes críticos de futebol. Raras começaram a ser as sextas feiras onde se promovem idas à discoteca e onde somos convidados para ir a discotecas numa sexta feira (onde se promove sempre a mesma coisa, só muda o cartaz).

Pessoalmente, sou um dos indignados no facebook, realmente vejos muitos mais pontos negativos que positivos, mas tenho aquele viciozinho que não me deixa largar o grande azul da internet.

Quanto aos vírus, tornaram-se umas aberrações, o facebook é uma espécie de bombinha com vírus que se adquerem através de "mudar a cor" ou "ver quem visita", basicamente são duas características da lenda hi5 que o facebook não tem.

Continuem a disfrutar esta rede social, a conhecer novas pessoas, isto é uma mera opinião, não pretendo julgar ninguém, agora vou andando, tenho uma pestana no olho.

 

fig1. O "face"

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D