Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

O Céu da Felicidade

Olá. Hoje não irei escrever um textos cómico como te tenho habituado. Não, não estou a passar nenhuma fase má e estou certo que não ando a ser consumido pelo cinzento da tristeza. Simplesmente apetece-me deixar uma reflexão, às vezes dá-me para isto, agradeço por ter um dom suficiente de escrita para puder expressar-me de forma clara (ou mesmo confusa). Chega de justificações, vou direito ao assunto.

Já mencionei aqui a palavra "tristeza", bem, o meu objectivo é escrever do seu antónimo, a tão desejada por muitos, a Felicidade, escrevo com uma inicial maiúscula pois acho mesmo importante para todos nó, encarar o dia com um sorriso e saber que está tudo bem connosco e com os nossos "outros", é um sentimento muito habitual, porém importante, uma lufada de ar fresco para encararmos cada momento com um pouco de mais vivacidade...

Atualmente considero-me diferente, não exibo um lado pessimista sobre tudo o que alcanço, mas também não me sinto superior a nada, apenas sinto-me... diferente. Verdade seja dita, eu não sinto felicidade, acho a felicidade algo muito importante, quando alguém diz que é "feliz", eu acho que precisa de ser algo sentido e não da boca para fora com se tratasse de um rascunho lançado para o lixo. Já fui feliz muitas vezes, mas nunca num ritmo constante, pois a felicidade é um momento.

Por vezes olho para o céu, quando tenho tempo para encarar a vida cara-a-cara, vejo uma enorme harmonia entre tudo aquilo que me tornei e todos os objetivos que tenho de alcançar. Tenho a noção que não sou uma pessoa de sucesso, muito pelo contrário, estou e sou cheio de falhanços.Talvez seja por isso que não digo que sou "feliz" muitas vezes, porque já aprendi o que é ser, de facto, feliz. Espero um dia levantar o meu olhar e conseguir alcançar as nuvens de uma felicidade estável, se tal existir mesmo. Até lá mantenho-me modesto e humilde como sou...

Outros pensamentos de felicidade vão-me surgindo à medida que queimo lentamente o meu rosto com a força do céu, penso se a felicidade será mesmo algo que eu consiga produzir, pergunto-me se o sucesso é algo indispensável, questiono-me se a minha visão do mundo pode estar algo desfocada ou mesmo se simplesmente não dá para ser feliz vivendo só por metade... No meio de uma grande harmonia azul, consegui criar uma tempestade, talvez o céu não seja assim tão equilibrado como pensei, por enquanto vou seguindo pelo chão...

sky-3.jpg

Fig1. Não sou o único a olhar o céu 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D