Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

Está tudo a Hashtaguizar

Oláá!! Eu sei que estou aqui novamente com a saudação do costume e que sou um grande tretas, mas eu gosto sempre de deixar uma saudação, não sejas tão rude comigo, eu podia começar aqui a mandar toda a gente ir para o bilhar grande, mas não o faço, porque essa expressão deixa-me curioso, bilhar é somente um desporto, o facto de ser grande ofende alguém? Então e se eu referir "vai mas é para  futebol grande", as pessoas sentiriam-se ainda mais ofendidas, visto que estamos a falar do "desporto rei"? Não sei, vai daí acabámos de descobrir um novo insulto, é por estas coisas que adoro escrever neste blog!! Vou deixar de divagar e vou direito ao assunto: #hashtags.

Eu não sou a pessoa mais social, reconheço isso, peço desculpa (ou não), mas serei o único a achar algo ridículo todo este mundo de jogos do galo antes de palavras? O símbolo Cardinal já era bastante conhecido muito antes de se tornar uma moda, nomeadamente para ver o saldo o telemóvel, mas mesmo assim este nada era sem a ajuda do *asterisco*, ou estrelinha para os amigos. Era uma vida bastante humilde, mas parece que este nome cada vez mais só serve para me fazer rir, seja no circo ou na internet (Victor Hugo Cardinale, o gajo do circo, desculpa, eu gosto de ter a certeza que me percebes... Abacaxi!).

Eu sei as funcionalidades principais da hashtag, facilitar a pesquisa e discussão de temas, melhorar a organização de conteúdos e ser usado por adolescentes com roupas de cores brilhantes. Percebo um pouco da existência de tal simbologia (estou algo farto de estar a procurar sinónimos de hashtags), não quero ser uma besta, essa intenção não existe, porém, não é por existir um forte significado e este ter uma razão para existir que não possa tornar isto um tema para achincalhar, achincalhar é uma palavra gira, tal como a leitora, se fores um chavalo, toma lá um bacalhau, para não te sentires à parte.

Ora, o hashtag, na minha opinião, torna as pessoas algo ridículas, pois parece que estas se tornam crianças que ainda estão a aprender a construir frases, ou nem isso, apenas limitam-se a usar palavras só porque sim. #Ridicularizar #SerEngraçado #Blog #BuéLouco #Alcachofras, sentiste-te estranho(a) neste momento? Desculpa, só quis demonstrar um exemplo... #Hashtags #torna #tudo #ridículo, #Também #dá #para #escrever #sem #os #usar #...

Desta forma apelo a todo o mundo que reduza um bocado isto das ou dos hashtags (sinceramente não sei o género do símbolo), não se metam em excessos pois ainda acabam por ter um acidente prejudicial no vosso vocabulário, é preciso tomar medidas, neste preciso momento, Paços Coelho está a ler a minha carta para proposta de multa para que use mais de três hashtags numa publicação... E provavelmente está a tirar uma foto àquilo e meter no twitter "#LOL #HatersGonnaHate", enfim, é o governo que temos...

hashtag_test.jpg

 

 Fig1. Duas linhas paralelas vertical e horizontalmente de forma perpendicular

 

Conversa com Deolinda || VIDEO

Ora aí está mais uma invasão de cantores portugueses no meu Blog, desta vez foram os Deolinda!!
Tive uma boa recepção a estes posts com vídeo e a isso só tenho de agradecer a todos, divirto-me a fazer estas surpresas e é sempre bom saber que gostam!!

 

 

 

Para mais videos visitem o meu canal de Youtube aqui:
https://www.youtube.com/channel/UCU8H3_EEZAt2TtzjZ4niX8g

Banhistas Públicos

Oláá!! Espero que tenham gozado bem das férias (se for esse o caso), estamos em Setembro, o mês onde voltamos ao ativo, depois de um tempo a apanhar escaldões da pele e a andar com os pés descalços.

O tema que escolhi desta vez vem de forma algo tardia, os famosos Banhos Públicos, porque de certa forma os seres humanos têm estas manias de lançar modas giras quando não há nada a fazer.

Cheguei a ser desafiado, mas recusei e não por não ser "maluco" o suficiente, mas simplesmente porque não achava engraçado, não preciso de tomar banho publicamente para demonstrar que de facto tomo banho, com châmpo e gel de banho, e água quente.

Apesar de não ser apologista desta ideia, creio que deviam manter esta moda, pois estamos a chegar ao Outono e depois prolonga-se para o Inverno, aí sim é que este desafio pode ganhar a sua graça, porque fazer estas coisas no verão é para meninos.

Já vi imagens (porque nunca carreguei no "play") de todos os tipos de banhos, desde simples garrafas a alguidares, em varandas e mesmo na rua e a todos esses gostaria de dar os meus parabéns e desejar a criação de uma rotina com banhos, porque a higiene é algo que devemos ter cuidado todos os dias e não quando se vira moda!

Uma pessoa neste verão pode disfrutar dos seus passeios a sentir o poder sol e a cada esquina ver pessoas a molharem-se para depois partilharem nas suas redes sociais.

Creio até que uma boa razão para a grande redução de incêndios (muito felizmente) deve-se ao facto de existirem banhistas a expalhar toda a água que embatia nos seus corpos para possíveis locais propícios a incêndios, e aí sim, valeu a pena os desafios.

Bem chega de conversa fiada, mas também gostava de agradecer pelo facto de esta moda dos banhos ser com as pessoas vestidas, nem queria imaginar o que seria deste mundo com tanta nudez pública.

 

 

Está Mal Feito

Olááá!! Está na hora de tratar sobre assuntos sérios, de forma séria, sisuda, sem fingimento e honesta, o que é quase tudo a mesma coisa, mas tu entendes-te.

Estou a falar de algumas criações do Homem, que foram feitas de forma genial mas com algumas falhas, nem tudo é perfeito, mas deveria ser algo levado em conta.

Falo no caso do pão e batatas fritas, o pão é bom mole mas com o tempo fica duro, o oposto das batatas fritas que são melhores estaladiças em vez de flácidas. Também existe o problema dos gelados e da comida aquecida, o gelado em si derrete ao passar do tempo e a comida aquecida esfria, não faz sentido, não existe aí alguém com a tecnologia necessária para inverter esta situação?! É algo muito sério!!

Mais um caso é a problemática entre livros e redes sociais, os livros são menos populares mas dão mais conhecimento no entanto as redes sociais são mundialmente conhecidas e tornam as pessoas com mais défice inteligência.

São pequenas distrações que levam a grandes erros, daí os professores pedirem aos alunos para estarem atentos na aula, porque no futuro irão fazer grande invenções com tais pequenos erros, mas grandes.

Concentrem-se.

Um Fim-de-Semana || Desafio Sapo

E depois ela disse "mas tu não tens personalidade jurídica!!", ahahahah, esta nunca falha, sempre que me lembro disto relembro o meu passado sombrio a combater pelo lado negro da força... Eu sei, isso da personalidade jurídica é muito Gato Fedorento, mas eu gosto daqueles 4 mal cheirosos, fazem-me rir. Pessoas que fazem outras pessoas rir deviam ter um reconhecimento maior na sociedade!!

Parece que comecei bem este Post. Sobre um, aliás, o Fim-de-Semana. Continuando.

Neste meu último Fim-de-Semana tive vários momentos extraordinários, tudo começou com um simples acordar, uma abertura de persianas que até queima os olhos acabados de dar à luz, dar uma enorme cabeçada na porta, pois ainda sofria da cegueira da luz solar matinal e desmaiar com a força da pancada. Passado algumas horas a minha mãe diz "oh Francisco ainda tás a dormir?! Vamos lá acordar!!", para todas as Mães do mundo, os vossos filhos não acordam tão tarde porque passaram demasiadas horas acordados durante a noite, eles demoram ese tempo todo porque acabaram de perder os sentidos após um valente traumatismo!!

Em seguida decidi vestir-me e preparar-me para o resto de mais um belo Fim-de-Semana, mas quando saí de casa lembrei-me que estava numa longa viagem de comboio com a minha família, mas quando dei por isso já tinha saído de um comboio em andamento e durante a queda bati com a cabeça e acabei por desmaiar novamente!!

Quando recuperei os meus sentidos, agarrei no avião mais próximo e fui de regresso para a minha casa, lembro-me de estar muito cansado e doer-me a cabeça, mas quando estava a pilotar um pombo embateu com toda a velocidade na minha cabeça e masi uma vez ganhei um galo, mas meti gelo e aquilo passou... Quando cheguei a casa, aterrei a avioneta e fui para o meu quarto, mas entretanto esqueço-me como se respira e acabo por perder os sentidos novamente!! E foi assim o meu último fim-de-semana!!
*ATENÇÃO - Desmaiar não é giro e todo este Fim-de-Semana pode conter algumas mentiras!!

Uma Questão de Calças

Olááá!!! Como estão? Se responderam eu agradeço o vosso esforço mas lembra-te que isto é um Blog, eu não consigo ouvir a tua resposta... Mas o mais importante é que participas-te e isso torna-te uma boa Pessoa, obrigado, este Post é para ti!!

Ainda à uns dias tive um pensamento daqueles que ocorrem em situações totalmente aleatórias, um pensamento que levanta uma questão muito difícil de ser respondida, quer por nós, quer mesmo por outros!!

Calças, toda a gente sabe o que são calças, peças de roupa sem utilidade nenhuma, existem apenas para existir, porque ninguém gosta de calças, o mundo quer é pernas à mostra. Estou a brincar, não é preciso começarem a queimar as gangas e sair à rua de pernas ao léu... mas deves ter feito isso de qualquer maneira por isso... continuando...

Sim como podem já ter concluído, o meu pensamento derivou para calças, uma questão de calças, acabei de citar o título por isso creio que sou engraçado.

Tudo isto aconteceu após terminar o meu duche matinal e olhar para a minha roupa, ténis e calças manifestaram a minha mente, um existe e o outro tem um verbo, eis a primeira questão:


- Porque Vestimos Calças e Calçamos Ténis? É um paradoxo autêntico que pode provocar moça na nosso cabeça, quem está certo? As calças ou os ténis? é como a questão da galinha e do ovo. quem nasceu primeiro, as calças ou o verbo calçar? Não poderemos calçar calças? Parece um caso de irmãos separados à nascença.


Existem várias formas de calças e vários tipos, tal como nas outras espécies, temos diversas peças para vestirmos as nossas pernas, mas mais uma vez existe um problema por resolver e este advém de português, uma problema de diminutivos e aumentativos:


- Porque é que os Calções, sendo menores que as calças, se chamam chamam Calções? Não deveriam chamar-se Calcinhas? Podem parar de pensar em Zebras? Agora que estão a pensar em Zebras, irei retomar o meu raciocínio. Não existe mais raciocínio que isto. Pensem bem nestas coisas, talvez TU serás o escolhido para resolver este problema...

 

 

Fig1. As Calças

 

Sem Espiga

Olááá!! Epá não estão fartos daqueles mosquitos e melgas que andam para aí a picar tudo o que é chicha humana?! É que é mesmo chato, faz literalmente muita comichão, porque raio têm estes bichos de andar à procura de Lombo de pessoas, não deviam de estar antes a chupar peças de frutas em vez de sangue, a fruta é uma solução muito mais saudável e não chateia ninguém, não há necessidade de picarem o rabo de uma pessoa por 8 vezes (disse isto aleatóriamente, não falo por experiência própria...).

Hoje foi o dia da Espiga!! Entradas das estações de metro encheram-se com palha com flores, achei o momento algo esquisito, é estranho o negócio de ervas daninhas, mais uma vez deveriam optar pelas peças de fruta, porque é que ninguém se lembra do raio da fruta?!

Um dia destes ainda me irrito à brava.

Nas ruas ouvia-se "Olha a Espiga!!", ora isto para um adolescente gera alguma curiosidade, porque uma "Espiga" pode ser o começo de uma "Fight", os "Tropas" não ficam a "Curtir" a "Cena" e um "G" fica a "Topar" só mesmo naquela, isto traduzindo para adulto, a palavra "Espiga" serve para descrever aquele diálogo esquentado que gera batatada, ou somente serve para chacota, uma vez vi uma "Espiga" que levou a sérios Bananos e Pêras, fiquei chateado, pois o ser humano tem esta característica de encontrar escapatória para certos temas, eu quando falo em fruta menciono Fruta, e não Contacto Físico.

Ora este dia da Espiga tem o seu significado, graças a um Panda dscobri que este conjunto de plantas secas simboliza a saúde, sorte e fortuna para quem as obtém através de troca monetária, é giro como se conseguem vender estas coisas intangíveis através de objectos insignificantes, a fruta por outro lado faz mesmo bem à saúde, mas não, cheguem a fruta para lá! Desculpem, como podem ver eu sou algo sensível no que toca à temática das frutas...

Eu não comprei nenhuma Espiga, não me convenceram com tais ervas secas, não sou seguidor dessa tradição, não me julguem, culpem a minha geração, onde certos costumes e tradições se vão perdendo para dar lugar a outros hábitos de vida.

Este post foi algo esquisito, acho que vou comer um Kiwi, o que está a faltar aqui é fruta

Fig1. Espiga

*Atenção! não tenho como objetivo desvalorizar esta tradição, respeito todos aqueles que compraram uma Espiga e gostem deste dia do ano, apenas ridicularizei este Post pois é isso que faço melhor

O Aluno

Olááá!! Todos conhecem aqueles programas sobre a vida selvagem, onde vemos os animais a alimentarem-se, a repousarem e até mesmo a reproduzirem-se, trata-se de uma espécie de reality-show, a diferença são os animais serem mais inteligentes que outros.

Com isto creio que deveria-se fazer um programa deste género mas a retratar "O Aluno", porque deste ser vivo ninguém tem muito conhecimento.

Nada temam, irei dar o meu melhor para descrever da melhor forma esta espécie tão comum mas de certa forma tão desconhecida.

O dia inicia-se logo pela manhã, as horas exatas dependem da distância entre este e a escola, tal como o resto dos humanos, têm a sua rotina diária mas apresentam uma desvantagem, aturam menos o sono.

Ao saírem de casa, tornam-se oficialmente em zombies sonâmbulos da cidade, e desta forma enchem as ruas e transportes públicos, e assim mantêm-se em estado de stand-by para vida durante a manhã.

Quando chegam à escola reúnem-se com os seus amigos e conhecidos (nesta fase existem poucos que voltam do mundo dos sonhos) e convivem até ser a hora de começarem as aulas, isto claro se chegarem a horas à escola, verdade seja dita, de manhã as ruas tornam-se mais complexas e existem muitos obstáculos, nesta vertente poucos entendem o esforço e dedicação postos à prova para o alunos.

Quando inicia a primeira aula muitos são aqueles que ainda não regressaram no mundo dos sonhos, é de destacar esta capacidade de disfarce, dormir de olhos abertos e de conseguir estar na sala mas só fisicamente.

Com a primeira aula segue-se a segunda e assim sucessivamente, com intervalos pelo o meio onde os alunos conversam, relaxam, debatem temas políticos da atualidade, expõem diversas temáticas sobre a pesca em Portugal, comem peças de fruta, enfim, são a juventude que têm.

Já pela tarde decorre um fenómeno muito característico nos alunos, enquanto de manhã estão cansados com o peso da curta noite, à tarde estão cansados novamente, mas desta vez pelo peso da manhã no ombros, para ser exato os alunos em tempo de aulas só não estão cansados naquele curto espaço de tempo em que o "stor" diz: podem arrumar e sair. De resto, já é muita fadiga psicológica para suportar. Um conselho para os professores: Para captar mais a atenção e ter mais resposta energética dos alunos, experimentem usar algum chapéu ridículo durante a aula ou até mesmo fazerem uma dança tradicional do minho, isto sempre cria alguma curiosidade e desperta algum interesse nos alunos!!

Após um dia com o horário cumprido, restam as resmas de TPC mais o estudo para os testes e mais aqueles trabalhos de grupo, tudo isto claro depois de uma atualização no vasto mundo das redes sociais e outros mundos que a internet oferece, .
Já cheios de energia chega a hora de dormir, onde contar ovelhas tornam-se contas de multiplicar, dividir e calcular o valor do x. Por fim, começa o despertador a cantar belos sons para acordar e a partir daqui já sabem a história... E larguem as Pescas, apliquem-se nos Estudos!!

 

Fig1. Hipótese de Chapéu

 

 

Mariza

Olááá!!! Mais um Post a começar com a famosa saudação "olá", não, não tenho nenhum tipo de acordo com a conhecida marca de gelados, sou apenas um totó com défice de imaginação, não se preocupem, deve ser uma fase ou uma daquelas crises de idade, isto com um pouco de Sol deve passar, é que o Sol tem um poder curativo muito forte, devido aos seus raios ultra-violeta, são violetas mas metem-nos morenos, não percebo, são designações da vida que deixam algo a desejar... Sei lá, podiam ser raios ultra-castanhetas ou assim, fazem definições só para terem uma fonética agradável, estes seres humanos só sabem procurar o que lhes dá prazer, por mais mísero que seja, enfim, como diz o outro: "epá cala-te com essa conversa da treta!"

Bem, "o outro" é um bocado arrogante. Neste Post pretendo criar mais uma daquelas aproximações entre Blogger e Leitor, é sempre giro para ambos os intervenientes.

Face a uma crise que criativade na escrita, decidi mostrar em formato de vídeo, um breve episódio da minha crise enquanto Blogger.

 

Espero que tenham gostado deste Post diferente, até à próxima ;)

Música: O Tempo não Pára - Mariza

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D