Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

Arrebita!

Olááá, proponho uma maneira diferente de começar mais um post, dancemos, dancemos pelo calor do sol, pelos nossos amigos, pela humanidade, pela Primavera, a não ser que tenham acabado de sair do banho, pois assim podem suar e assim torna-se algo chato, perder aquele cheirinho do gel de banho da nossa pela e passarmos a cheirar a uma espécie de pneu queimado com hortaliças. Se nunca cheiraram tal mixórdia de elementos, então... Bem continuando! 

Portugal! O país que tem portugueses!! Um estereótipo desta sociedade lusitana é, sem duvida, o péssimismo. Quem nunca ouviu aquela velha expressão "o típico português"? Portugal é considerado a "cauda" da Europa, ainda tenho de estudar melhor a anatomia da geografia para perceber melhor sobre este assunto, mas a meu ver, Portugal tem mais aspecto de Pâncreas...

"O típico Português" tende a olhar o estrangeiro com uma terra de melhor qualidade do que a sua própria, os próprios portugueses tendem a autorebaixar-se, nunca vendo os aspetos positivos do seu País, os estrangeiros são uma espécie de seres ultrapoderosos com muitas mais qualidades que as Quinas, até no Futebol, um desporto muito amado em Portugal, poucas são as equipas de primeira liga com portugueses em campo...

Talvez a razão para tal deve-se ao facto de ser um país mal habituado, com um passado tão grandioso, tornou-se muito mais difícil contentar-se com certas conquistas. Portugal é uma espécie de novela que ficou encravada em que a Celeste mata a Bló, e começa a dar aquela música triste acompanhada de imagens aéreas de território português.

Até no Fado, um símbolo de mérito, património mundial, de vermelho da cor do sangue e de verde esperançoso, é cantado com angústia e mágoa, como só Camões consegue cantar.

É difícil saber o que torna Portugal feliz.

Temos uma cultura imensa, um passado respeitoso, pessoas giras, bom clima, boa comida, belas terras, muitas zonas naturais, grandes praias, lindas músicas, grandes escritores, tantos motivos para sorrir, mas no meio de tanta palha, só queremos é ser picados pela agulha.

Vamos lá Portugal. Bacalhau.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D