Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

À Cabeçada

Olááá!! Já uma mulher no autocarro da minha humilde terra dizia num conversa com o seu telemóvel (ou smartphone como gosta o povo de dizer nos tempos que correm), "então conta lá Francisca, o que é que te fizeram", antes de mais, não quero que comeces a pensar que sou um bisbilhoteiro, as pessoas é que falam num tom algo elevado e a uma distância socialmente considerável das minhas orelhas, podia estar a ouvir belas melodias no meu Mp3 e mesmo assim não conseguia abafar o som, ora eu de Francisca só tenho o "Francisc", o que até é muito bom, não vejo porquê, mas deve valer alguma coisa, se a mulher for míope, talvez exista aqui alguma química entre nós, mas é provável não haver, às tantas ela chama-se Francisca Esteves. Neste preciso momento voltei a ganhar os sentidos e reparei que acabei de escrever uma quantidade enorme de "nha nha", mas onde é que eu queria chegar com isto tudo?! A sopa que comi devia ter Nabo a a mais, porque acabei de agir como tal, AHAHAHAHAH, ok, isto não teve graça nenhuma, até foi algo triste, desculpa...

Há dias que são simplesmente fenomenais

Já de cara limpa e sobrolho devidamente acariciado saí de casa, a rua estava fria, no ar pairava uma chuva que nem sequer molhava parvos, eu ia todo lançado para o terminal dos barcos, ia lançado porque tive de aturar mais uma greve de autocarros, (acho que já nem posso chamar isto de greves, já se tratam de birras) e estava um pouco atrasado, o que já é suficiente para pensar que irei morrer. Quando tento passar uma passadeira, uma senhora decide fazer uma curva sem parar, se não tivesse dado um salto para trás juntamente com um grito maricas, provavelmente não estaria aqui a escrever. Chateado continuei o meu caminho e logo na próxima passadeira, esperando para passar outra passadeira, outra mulher decide ir toda lançada sem parar, mas desta vez a minha reação foi mais masculina, gritei "porra" e fiz beicinho, tomem lá, embrulhem e guardem como presente para uma festa de anos de um puto chato qualquer. Posto isto pensei, ora ou tornei-me invisível ou o Axe de chocolate atrai fêmeas, mas mesmo à bruta.

Mas felizmente foi um dia normal, portanto, creio que acabou por aqui, adeeeus!! Eu vou à casa de banho mas não se preocupem, eu não vou lavar as mãos, assim não sofro, isto quando se encontram soluções a vida torna-se muito mais simples!!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D