Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

Cuidado com Encontros de Amizade

Oláá!! Não sei como é que este Blog de qualidade questionável continua contar com diversas visualizações, parece que as pessoas andam mesmo sem nada para fazer, é que existe tanta coisa que pode entreter os leitores, como inúmeros bons Blogs na Sapoesfera, porém continuo a ter números humildes de pessoas que deixaram a sua pegada, deve ser pessoal algo esquisito... Estou a brincar como é claro!! Sei que provavelmente deves estar a dizer "eheheh que brincalhão", mas agradeço a passagem, é mais do que uma motivação saber que tenho leitores!!  Vamos ao que interessa!!

Tudo aconteceu num dia de férias de Carnaval, decidi ir almoçar a Lisboa para evitar estar em casa com uma empregada algo esquisita, não tenho nada contra a senhora, mas ela deixa-me desconfortável, sinto-me indesejado e sempre ouvi dizer "Quem está mal muda-se oh Palerma!!", e foi o que fiz, mas depois lembrei-me que a minha mãe gosta da casa limpa por isso fui chamar a mulher e fui eu embora, PARA O ARROZMOBILE!!! Não fui totalmente honesto... fui de transportes públicos, como um cidadão exemplar que se preocupa com a emissão de gazes no ambiente (e que não tem a carta, isso também deve ser levado em conta).

Depois de meia hora à espera, meti-me no autocarro e saí na estação dos Barcos. Soflusa/Transtejo, sei que tenho pessoal sulista que me entende neste momento. Foi aqui que aconteceu um momento de grande intensidade emocional... Ainda estou a recuperar depois de tanta intensidade densa de uma mixórdia de sentimentos e chouriço, digo chouriço pois tem estado frio e as pessoas agasalham-se bem.

Estava eu nas luzes da ribalta, encadeando pessoas com o meu imenso carisma, alegrando os mais rabugentos e dando vida num local cheio de impacientes, quando de repente uma senhora idosa ao pé de mim grita "MADALENA", mas isto num grito seco e curto. Cortou logo o ambiente e deixou-me num estado de espanto, e acontece que num curto espaço de tempo acontece outro berro "MARIA" e foi aí que me apercebi que estava dentro daquilo a que se chama de "Encontro de Transporte Público".Quando reparei que estava a distanciar duas pessoas amigas, decido dar um passo atrás para promover a redução de espaço (epá tanto palavreado para dizer algo simples, até eu me aborreço quando faço isso). Elas passado um bocado acabam mesmo por se juntar e mais uma vez "Francisco promove a felicidade". Só faltou existirem lágrimas de felicidade e tinhamos material para um filme Português, mas sem cenas de sexo claro, e sem palavrões... Mas isso assim não é um filme português, é mais... Uma Grande Reportagem da Sic.

Atenção, este momento foi feito por pessoas experientes, por favor não tentem isto em casa.

old-people-taking-selfies-6.jpg

fig1. Velhota a fazer um coelho com sombras chinesas 

Meia Centena de Sombras

Oláá!! Então agora gostamos de sexo abrutalhado? Ahn?Ahn? Então agora gostamos de ver cenas de reprodução com uso de chibatas e chicotes? Ai tanta gente malandra. Parece que agora o que está a dar é o filme das 50 Sombras de Grey e aviso desde já que não o vi e muito menos li os livros, tudo o que sei foi de comentários que ouvi, praticamente tudo negativo, mas o mesmo aconteceu com o Sócrates e o homem agora é uma estrela da televisão portuguesa, mesmo sem recorrer ao sadomasoquismo, e daí não sei...

A minha opinião quanto ao filme também não é muito positiva, não me interesso muito sobre este "best-seller" mundial, e não digo isto porque sou contra o sexo que aleija, mas sim porque simplesmente não vejo muito interesse na história. Consegui escrever "não" quatros vezes numa frase...

Mas também não vou estar aqui a dizer que o filme é uma porcaria ou que as mulheres andam a necessitar de atividades extra-curriculares no mundo do coito só por mostrarem interesse em ver as 50 Sombras de Grey, ou homens, porque o "tau tau" toca a todos, certo? Não precisas de responder.

Eu só queria alertar a todos aqueles que defendem fortemente a fraca qualidade do romance, eu sei que são livres para dizerem o que bem apetecer, mas cuidado quando estiverem a troçar do filme junto de praticantes sadomasoquistas, eu creio que uma luta com estes pode ser muito mais complicado do que se pode imaginar, é que estamos a falar de pessoas que dão e levam por fazer, e daí só vejo dois possíveis desenlaces, ou o "gozão" leva um enxerto enquanto a outra pessoa só diz "ah, não doeu, dá mais oh campeão", ou então o mesmo "gozão" acaba por falecer de exaustão devido ao prazer da outra pessoa. Agora que penso melhor, isto até podia ser um momento engraçado.

Fica aqui o meu conselho, cuidado com os utensílios para pessoas marotas, isso nas mão errradas pode arrancar um olho a alguém, se vires o filme, espero que valha a pena porque os bilhetes de cinema estão muito caros, cuidado a atravessar a estrada, lembra-te sempre de olhar para esquerda e direita e por fim cuidado com os latéx, pois podes ter uma alergia séria no contacto com a pele. Até à próxima!!

O Fogo

Parece que tudo não passa de testes de paciência, sempre colocados à prova vamos vivendo com armas na mão sempre preparadas para aleijar alguém. É um mundo de loucos onde vivemos. O problema é termos loucos demasiado românticos em vez de apaixonados. Uns ferem pela sua causa, outros tentam criar algo belo para os outros. Do que vale o sentimento... Do que vale a vontade... Atiram pedras em desertos de altas temperaturas, gritam em coliseus sedentos de morte, torturam em campos de concentração... Destroem a felicidade só por mera vontade... Do que vale formar sociedades repletas de valores e normas se a ética está tresloucada?! O bem e o mal não estão definidos, quando um age como quer e ainda afirma ter liberdade para tal, onde é que pode existir liberdade se esta é só para alguns, se esta é só para aqueles que afirmam ter uma moral melhor que todos? Do que vale chamarmos de sociedade se cada um desrespeita aquilo que ela defende? Encho-me de perguntas quando estas são inúteis para serem respondidas... Do que vale o esforço... A estupidez regula o meu mundo e onde eu vejo as cores da liberdade fortemente defendidas, não passa tudo de uma farsa para aqueles que querem agir como querem sem pensar no próximo, vivemos com armas de guerra, somos condicionados por monstros de enorme traquejo, tornam-nos em fogo... Agora só falta distinguir qual o fogo que aquece e qual o fogo que queima.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D