Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arroz Doce e Canela

Arroz Doce, trata-se de um Blog com o objectivo de ser lido, tal como todos os outros... Mas o que distingue este mero espaço cibernético dos restantes é basicamente o facto do autor ser um bocado, digamos... esquisito... Mas que gosta de vós!!

Nada

Oláá!! Hoje escrevo-te com alguma nostalgia, sem nada para fazer, lembrei-me em passar aqui no blog e deixar mais um texto de sobremesa. Desta vez quis recordar o passado, como é que comecei este blog, apesar de não ser grandioso, ser enorme o suficiente para me alegrar.

Este blog surgiu mesmo do Nada (daí o título, han, han, continuando...), estava uma bela tarde de Fevereiro e tive um desejo repentino em voltar à vida de blogger que já tinha tido. Não tive muito sucesso no passado e nem tinha um ritmo constante daí não ter sido mais eficaz, mas quando criei o Arroz Doce e Canela a vontade era outra "caramba, eu vou escrever tal como gosto e com um ritmo decente!!".

Assim fui crescendo com esta identidade, com amigos já bloggers e conhecendo novas pessoas nesta rede escrita. Creio que este Blog teve alguns momentos altos e que todos eles fizeram parte do Sapo (oh meu deus estou nos destaques, aaaaah!!!) e que só me tem dado alegrias até aos dias de hoje.

Espero continuar a ser blogger por muito tempo e que nunca me canse de escrever porque não há melhor sensação do que chegar a casa e ter o meu pequeno espaço partilhadas por gente espetacular.

Obrigado sapo por existires, Eu, como arroz doce e canela, agradeço imenso. 

Diamantes Lindos de Morrer (Literalmente)

Oláá!! Então, já pensas-te no que queres ser quando morreres? Eu sei que é difícil, a vida é sempre feita de escolhas até mesmo na hora do falecimento. Para ser sincero contigo, eu também ainda não pensei nisso, mas descobri que temos opções para o nosso óbito!!

Ainda à dias enquanto navegava à velocidade da luz pelo comboio subterrâneo de Lisboa, apanhei um dos seus famosos jornais e descobri uma notícia muito interessante sobre diversas escolhas que se pode fazer com corpos de pessoas mortas e algo que me despertou logo a atenção foi "Transforme-se num Diamante".

"Wow, o quê?!" foi esta a minha reação. Fui pesquisar sobre o assunto e qual não foi o meu espanto quando descobri que é mesmo possível, tu podes ser um diamante, dos falsos, mas podes ser um diamante!!! A empresa chama-se Lifegem e estão dispostos a fazer negócio com cinzas de pessoas e até cabelo para fabricarem o seu produtos, as tais pedras que aparentam ser preciosas.

Nisto surgiram-me perguntas engraçadas... Como é que surge um negócio que transforma cinzas e cabelo em diamantes e quem é que manda cabelo para fazer diamantes? Não sei... São perguntas para reflexão.

Portanto já sabem!! Se quiserem ser "precious" mesmo após a morte (apesar de serem diamantes falsos) dêem um saltinho em www.lifegem.com, eles sabem o que fazer com os vossos restos mortais!!

Pic6B.jpg

 

 

Lições de Cardiologia

Oláá!! A vida tem coisas engraçadas, deixa-nos marcados com histórias, momentos e algum ardor a nível dos joelhos. Esta magnífica introdução serve para vos dar um "lamiré" daquilo que foi um dia de atividade desportiva, ou algo parecido. Foi um jogo de futebol, ou algo parecido. O que interessa é que fui mexer este corpo, ou algo parecido.

Sempre fui amante de desporto, não importa qual, quando fui convidado para uma partida de futebol, não pude recusar. Não sou um grande jogador neste desporto, sei os básicos mas não acompanho aqueles que dominam um pouco a matéria. Também, sempre fui mais do Basquetebol.

Quando se começa um jogo de "pé na bola", todos têm uma enorme energia, correm de um lado para o outro sempre a acompanhar as jogadas super coordenadas em busca do golo. Até eu fico admirado como é que se consegue jogar tão bem num simples encontro de pessoas.

Tenho de admitir que desta vez fui um bocado como o Charles Chaplin, tinha os pés tortos, não estava a atinar bem com a bola, não, não era a bola que estava torta, era mesmo eu... Já para não falar dos quilómetros que corri que nem um louco, só mesmo porque gosto de correr, esqueço-me é que a minha bateria já não é a mesma de uns anos.

Aiii... Aquele tempo em que era uma jovem criatura, cheia de energia, uma força imparável e muito resistente ao cansaço... Agora tenho a oportunidade de sentir tudo isso, durante 5 minutos, depois pareço um caracol humano, arrastando-se sobre a relva sintética. "Hey pessoal, calma lá um pouco, é que, é que, fogo, uhhhh, eu fico na defesa".

Resumindo, é melhor começar a fazer umas corridinhas, não posso continuar a fazer destas figuras, ainda bem que ainda não é preciso correr (e daí não sei) para deixar aqui um post no Arroz Doce e Canela!

 

 

Um Dia de Vida

Oláá!! Isto vai ser um Post, não vai ser um Post qualquer, vai ser um Post meu, um Post para ti, um Post para nós, um Post para todos, mas neste momento escrevo para ti, para tu leres, para reteres ou não, só quero que dês um vista de olhos, com olhos de ler, com olhos de pensar.

Todos os dias acordas, todos os dias são diferentes, mesmo que o vivas da mesma maneira, será sempre diferente, já sabias disso, no entanto vives aquilo a que chamam de "rotina", fazes sempre o mesmo durante grandes intervalos de tempo, mas no entanto fazes de maneira diferente, mas que raio? É estranho, não te preocupes com isso, não sintas que fazes sempre o mesmo, fazes porque tens ou porque gostas, sempre à tua maneira, sempre sem precisão, para quê pensar em rotina se conseguimos ser inovadores, fazer a mesma actividade de mil e uma maneiras, continuando.

Fazes os teus rituais, o que quer que seja para ficar em modo beleza (ou não), tudo isso para sair para a rua, as ruas estão cheias de olhares, olhares julgadores, olhares curiosos, olhares apaixonados, olhares sedutores, estão em todo o lado, de todas as maneiras e feitios, de pessoas quadradas, cilindricas, triangulares, não interessa. Podes preocupar-te com eles, mas podes igualmente não preocupar-te com eles. Lembra-te que vives para ti, não para os outros, mas os outros fazem parte da tua vida e por vezes até te completam. A vida é confusa mas é assim. Tu és quem tu és, e até és uma pessoa gira, quem te conhece a sério sabe disso. Preocupa-te mais com essas pessoas, daquelas que te lêem como um livro, são elas que te ajudam, não se limitam a fazer rascunhos contigo, és um projecto de longa duração, não te importes com pessoas de passagem.

Chegas-te à escola ou ao trabalho, não andes à pressa, a vida passa a correr mas também tem os seus momentos onde precisa de apanhar ar, não deixes o stress apoderar-se de ti, o stress é um vírus, o stress é mau, faz doer, tem calma, se algo correr mal, tiveste azar, não faz mal, dá a volta por cima, não penses que os problemas desaparecem após atingirem-te, eles ficam, até fazeres algo para mudar, depende de ti, és uma pessoa, não és um saco de boxe, eu sei que tens de cumprir prazos, tens de ser pontual, mas mesmo assim não tens razão para stressar, pára de carregar no Fast Motion, volta para o Play. O que fazes é importante para ti, quer seja para o teu sustento ou para o teu futuro, quando parecer que já não gostas daquilo que fazes, pára um pouco, lembra-te do que te fez chegar ao que és hoje, vê o lado positivo, ele existe sempre, não me venhas com tretas, se os outros à tua volta conseguem, tu também consegues. Não stresses caramba.

Finalmente, por hoje chega, estás em casa, depois de transportes, caminhadas, trabalhos, café, trabalhos, trabalhos, almoço, trabalhos, trabalhos, chegou a hora e regressas-te ao lar. Estás com o cansaço aos ombros e finalmente podes relaxar, ter um tempinho para ti, aproveita-o bem, é o teu cantinho feliz, é teu, mesmo que seja por pouco tempo. Reflecte um bocado sobre ti, sobre a vida, tentar sair do planeta por instantes, procura por algo novo, não custa nada parar para pensar, quando foi a ultima vez que pensaste sobre a tua vida? Perde, aliás, ganha tempo para ti. Daqui a nada vais dormir, relaxa bem a cabeça, deixa todas as preocupações para trás, precisas de uma boa noite de sono, precisas de energia.

No dia seguinte, vais acordar.

"Sê positivo" 

 

Viva os Feios!!

Oláá!! Quero começar desde já por dizer que sou um apreciador de publicidade, adoro uma boa promoção de produto ou serviço e odeio anúncios completamente estúpidos e sem lógica.

Hoje, enquanto navegava na grande rede do youtube, pude deparar-me com a nova campanha "Feios mas Frescos" do InterMarché. Sem dúvida das coisas mais motivadoras que já vi. Uma publicidade bastante original, que visa obter mais lucro com a venda de produtos "renegados" do mercado.

O ser Humano tem sempre tendência em escolher beleza, quanto mais perfeito e esbelto algo for, essa será sempre a primeira opção e não acho incorrecto, queremos perfeição, somos uma raça de perfeccionistas, cheia de cânones. Algo que o InterMarché está a tentar contrariar no que toca a frutas e vegetais. Estes produtos vegetarianos não deviam depender da sua beleza exterior na hora do julgamento do carrinho de compras, como  nada devia depender da beleza aliás e esta camapnha tão bonita pretende demonstrar isto mesmo.

Experimentem dar uma vista de olhos, vejam o link do canal de Youtube do InterMarché:

http://www.youtube.com/channel/UC2JNk1nxsnoHdMmyDcvIaFg

E aqui deixo a minha publicidade preferida deles, até me deixa com pele de galo (porque não sou uma menina):

 

Corretor de Ortografia

Oláá!! Estou aqui hoje a escrever para todos aqueles meus leitores classificados como professores de língua Portuguesa, pretendo apenas demonstrar o meu ponto de vista.

Como é mais que óbvio, valorizo imenso qualquer seguidor ou leitor do Arroz Doce e Canela, são espécie altamente porreiras que passam um bocadinho do seu tempo para ler o que teclei e são uma fonte de motivação para mim pois apesar de estar a fazer algo por gosto, ter alguém a prestar atenção é sempre reconfortante.

Desde de comecei a minha vida de Blogger, tive sempre comigo leitores que demonstraram-me a sua avaliação categórica da minha escrita, tratam-se de altos corretores de ortografia, não aceitam letras trocadas, tem de ser tudo certo porque é preciso respeitar a língua portuguesa!!

Eu sei que por vezes faço alguns erros, algo normal, nem sempre consigo acompanhar o ritmo da minha cabeça o que me leva a derrapagens de ortografia e gosto quando me corrigem esses erros, pois só assim saberei que devo mudar, não me vou manter com "Chóriço" quando devo ter "Chouriço", ou "Salchicha" em vez de "Salsicha", ou "Treuze" em vez de "Treze", ou "Pugente" em vez de "Pungente", ou "Mordás" em vez de "Mordaz", ou "Brazil" em vez de "Brasil", sobre o que é que é este post mesmo? Ah! já me recordei.

O que não aprecio nesses corretores ortográficos que marcam uma linha vermelha debaixo das minhas palavras, é somente fazerem isso. Como se tivessem a ler os meus Post com o objectivo de encontrar erros. Eu escrevo pois é algo que me dá prazer, não faço para ser perfeito, mas sim para partilhar nesta comunidade de Bloggers. Prefiro que leiam e percebam a minha mensagem (ou simplesmente a estupidez) em vez de lançarem "Hey, tá mal!".

Tenho dito, obrigado por mostrarem os meus erros mas tentem também ler o que escrevi, pode parecer uma sopa de letras, mas até podem ser considerados tetos engraçados (ou não, atenção, podem não ser engraçados).

 

Demonstra Amor, Pode Ser?

Oláá!! Estou intrigado com a raça humana, sempre fui muito observador de comportamentos da nossa espécie, gosto de enquadrar-me ao certo num mundo tão instável. Sem dúvida a mais clara conclusão que tiro dessas observações é sem dúvida a falta de amor, ou seja, como é muito mais "fácil" odiar em vez de realmente criar amizades.

Com todo o respeito à minha raça, nós conseguimos ser umas valentes bestas quadradas, repelentes uns dos outros. Não gosto muito de tais comportamentos mas, cada vez mais, com a experiência de vida que vou adquirindo, isso é mais evidente.

Muitas são as ocasiões em que estou com amigos meus e ao verem alguém, desconhecido de nossa parte, levam ao julgamento, gozando ou destacando defeitos, podem estar certos ou não sobre essa pessoa, mas porquê partir logo a matar? Será mesmo assim que devemos ver "os outros"?

Quantas vezes já não presenciei amigas minhas a falaram mal sobre alguém, bastando somente uma troca de olhares entre elas e a/o indivídua/o para gerar aquele "cochichar" naquele grupo cor de rosa...

Pergunto-me, para quê? Para quê ser assim? Somos todos raça humana, cada um tal como é, com seus defeitos mas também qualidades, capazes de comunicarmos uns com os outros, somos uma espécie que evoluiu bastante em cooperação, jamais chegaríamos aos dias de hoje se nunca tivéssemos ajudado uns aos outros, tornando-nos na espécie mais poderosa e dominante do planeta. Como conseguimos evoluir tanto em conjunto mas mesmo assim estereotipamos logo aspectos negativos em qualquer pessoa? Questiono-me como é muito mais fácil atirar uma pedra a alguém desconhecido em vez de dar um aperto de mão? Valerá a pena rodearmos de inimigos (ou hatters como dizem hoje em dia) sem nunca termos experiências negativas com esses mesmos quando os podemos ter como nossos "aliados"?

Tudo isto uma vasta panóplia de comportamentos que observo que me levam a tantas questões, talvez faça parte da nossa genética, talvez os tempos de hoje sejam propícios a afastarmos do desconhecido, talvez a compaixão esteja a tornar-se apenas um fenómeno em extinção, talvez apontar um dedo seja mais fácil do que acenar, talvez esteja na hora de começar a haver mais abraços...

Eu sou um mero Blogger que gostava de despertar este problema a ti, leitor/a, posso não ser muito influente nesta cadeia de Blogs, mas vale a pena reflectir sobre o assunto.

 

 

Zeinal Parva

Oláá!! Estava com saudades de escrever sobre um tema da atualidade e fazer todo um post baseado em argumento super sofísticados e de extremo humorísmo. Desculpem se exagerei um bocado nas minhas capacidades de escrita, eu esforço-me. Ora aqui vai!!

Zeinal Bava, como tudo o que eu pensava deste personagem de certa forma se desmuronou, foi apenas fazer um curta introdução à minha maneira deste: Foi diretor da PT, foi para o Brasil, cansou da expressão Oi e quando voltou a Portugal deixou saudações e apenas disse adeus. Como um comandante de água doce que abandona o seu navio e deixa os seus passageiros à deriva.

Este é um típico homem de negócios, eu entendo que no que toca a profissões, não existe coração, apenas dinheiro, principalmente quando se é dono de empresas. Até aí sei que Bava está a ser "profissional" e, quando um, tem o direito a demitir-se do seu cargo seja qual for o motivo. Mas... sai pela porta e fica por aí. Esta pessoa, sendo já monetáriamente "muita forte", demite-se e ainda leva com ele 5,4 milhões de euros!! Como é possível aqueles que têm já muito dinheiro ainda receberem mais!!

Todos os trabalhadores da PT deviam ter o direito de se demitirem e levarem a mesma quantia de Dinheiro, pois esses não tiveram culpa nenhuma pelas más medidas tomadas pelos accionistas e diretores da empresa, não devemos aceitar que pessoas poderosas tenham margem para cometerem erros e mesmo assim não sofrer as consequências. A que nível de desumanidade é que vamos chegar? Era deitar laxante em tudo o que este indíduo viesse a comer para toda a gente ver a verdadeira literal porcaria que este fez. e limpar-se com papel higiénico de 5,4 milhões.

Ainda estou para ver como termina esta novela, sei que os colaboradores da PT é que irão sofrer as consequências e que os verdadeiros culpados continuarão com verde nos bolsos, mas mesmo assim, estou para ver como isto acaba. 

BAva.png

 

 

Pequenos Contentam-se com Pouco

Oláá!! Começo desde já por dizer que sou um grande defensor daquilo que representa o país das Quinas e, como qualquer típico português, também sigo o "desporto rei" da nossa seleção. Ontem Portugal foi até ao país da Legolândia disputar um jogo de apuramento para o Europeu. Todos nós sabiamos que a Dinamarca é uma seleção merecedora de respeito e isso foi mais que óbvio neste jogo.

Creio que fomos mal habituados pela nossa seleção, no passado tinhamos sem dúvida uma equipa muito forte e capaz de vencer qualquer adversário mas, atualmente, temos uma seleção do género de Sistema Solar. Jogamos só em prol de uma estrela, Ronaldo. Não é assim que iremos ganhar competições com Portugal ao peito, somos muito dependentes.

Falando do jogo em concreto, não gostei da exibição, algo fraca, com muitas poucas jogadas para golo, um jogo do vai e vem e nós devemos jogar muito mais que aquilo, se não ganhamos como deve de ser à Dinamarca, vai ser impossível jogar contra grandes seleções...

Conseguimos obter uma vitória importante, aos 95 minutos, pelo suspeito do costume, festejamos imenso a vitória, mas não pudemos esquecer que já perdemos contra a Albânia e esta vitória surgiu com muita sorte à mistura.

Espero no futuro esta seleção estar mais coesa e jogar um melhor futebol que já jogou num passado não muito distante, temos equipa para isso mas ao mesmo tempo não temos.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D